sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Simplesmente Márcia

Ronda (1977)


Márcia Elizabeth Raimundo Barbosa, ou simplesmente Márcia, é uma das excelentes vozes que brotaram neste lugar.Antes do sucesso de “Ronda”, em 1977, a cantora já trazia uma grande bagagem. Começou cedo, cantando na orquestra do Maestro Erlón Chaves e em 1958 foi contratada pela Radio Tupi. No começo dos anos 60 foi trabalhar no Sul, na radio Farroupilha e na TV Piratini. Volta a São Paulo se apresentando em boates e teatros, e, em 1965, recebe o Berimbau de Ouro (melhor cantora) pela interpretação de "Miss Biquíni" (de Silvio Mazzuca) no Festival de Música Popular Brasileira, da TV Excelsior. Dois anos depois defende a canção “Eu e a Brisa”, de Johny Alf, no 3º Festival da Música Popular Brasileira, na TV Record.


Apesar de não conseguir classificação, a musica se tornou umas das mais conhecidas gravações da cantora e se tornaria o nome de seu primeiro disco, gravado em 1968.


Já nos anos 70 gravou, em parceria com Edurado Gudin e Paulo César Pinheiro, o disco “O importante é que nossa emoção sobreviva”, em 1975, e um segundo volume no ano seguinte.

Durante as décadas de 80 e 90, lançou ainda uma obra consistente, tendo parado de gravar e fazer shows nos anos 2000. Porém, como o lugar do artista é na palco, voltou a se apresentar em 2008, com shows durante a Virada Cultural de São Paulo, ao lado de Gudin e Pinheiro.

Um comentário:

cesar disse...

OI, gostaria de uma imagem da Marcia de corpo todo.....para um show de Regina Dias que eu gostaria de usar no cenário....poderia me ajudar???Abraço

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails